03/03/2012

Revelação Das Palavras

Revela-se a palavra
Não pronunciada, emudecida, conduzida para a folha de papel...
Desnuda-se!
É apenas silêncio...
Um despertar de dor e paz.
Histórias, versos, poemas...
Atravessando o tempo,
Imortais palavras escritas...
A palavra não dita, celebra.
Vestida de véus de esperanças.
Sussurra o destino, imperceptível.
Aos ouvidos surdos, neste mundo vil de absurdos...
Apenas a tecla toca;
Alma de quem escreve e sente;
A palavra consente...
Cria olhos a palavra,
Suas mãos são gigantes,
Algumas palavras são mancas, outras tem asas
Têm palavras que adoçam, outras que amargam.
A palavra revela-se como a febre dos amantes...
E depois morre no inverno dos corações inocentes...
Alba Simões

4 comentários:

  1. Ei Alba,

    Palavras não ditas transformadas em sentimentos transcritos através de teclas , ouvindo apenas o grito da alma em forma de letras que transmitem, cheiro, sabor,vida, e conseguem nos transpor a um mundo interior só nosso... "ALGUMAS PALAVRAS SÃO MANCAS , OUTRAS TEM ASAS"...

    ResponderExcluir
  2. Anônimo18:43

    "Cria olhos a palavra,
    Suas mãos são gigantes,
    Algumas palavras são mancas, outras tem asas,
    Tem palavras que adoçam, outras que amargam,
    A palavra revela-se como a febre dos amantes,
    E depois morre no inverno dos corações inocentes."

    Estou simplesmente sem palavras... E adorei o fundo musical (muito bom gosto)

    ResponderExcluir
  3. Anônimo23:13

    Alba,

    quanta beleza nesta sua composição de palavras, que vida você deu a elas.

    Maravilhosas palavras em voo musicado por Philip Glass.

    Um sublime momento você acabou de me proporcionar. Obrigada por tanta beleza!

    Um beijo

    ResponderExcluir
  4. Ola adorei seu post muito bem cirativo, estou lhe seguindo suas noticias aki e no dihitt,
    lhe desejo um parabens pelo blogger e sucessos...
    meu blogger e ...
    Jogos Para Celular
    da uma olhadinha ou até mesmo curti no faceboobk... bjinhos

    ResponderExcluir