14/06/2011

Das Vantagens de Ser Bobo


O bobo, por não se ocupar com ambições, tem tempo para ver, ouvir e tocar o mundo. O bobo é capaz de ficar sentado quase sem se mexer por duas horas. Se perguntado por que não faz alguma coisa, responde: "Estou fazendo. Estou pensando." 
Ser bobo às vezes oferece um mundo de saída porque os espertos só se lembram de sair por meio da esperteza, e o bobo tem originalidade, espontaneamente lhe vem a idéia. 

O bobo tem oportunidade de ver coisas que os espertos não vêem. Os espertos estão sempre tão atentos às espertezas alheias que se descontraem diante dos bobos, e estes os vêem como simples pessoas humanas. O bobo ganha utilidade e sabedoria para viver. O bobo nunca parece ter tido vez. No entanto, muitas vezes, o bobo é um Dostoievski. 

Há desvantagem, obviamente. Uma boba, por exemplo, confiou na palavra de um esconhecido para a compra de um ar refrigerado de segunda mão: ele disse que o aparelho era novo, praticamente sem uso porque se mudara para a Gávea onde é fresco. Vai a boba e compra o aparelho sem vê-lo sequer. Resultado: não funciona. Chamado um técnico, a opinião deste era de que o aparelho estava tão estragado que o conserto seria caríssimo: mais valia comprar outro. Mas, em contrapartida, a vantagem de ser bobo é ter boa-fé, não desconfiar, e, portanto estar tranqüilo. Enquanto o esperto não dorme à noite com medo de ser ludibriado. O esperto vence com úlcera no estômago. O bobo não percebe que venceu. 

Aviso: Não confundir bobos com burros. Desvantagem: pode receber uma punhalada de quem menos espera. É uma das tristezas que o bobo não prevê. César terminou dizendo a célebre frase: "Até tu, Brutus?" 

Bobo não reclama. Em compensação, como exclama! 

Os bobos, com todas as suas palhaçadas, devem estar todos no céu. Se Cristo tivesse sido esperto não teria morrido na cruz. 

O bobo é sempre tão simpático que há espertos que se fazem passar por bobos. Ser bobo é uma criatividade e, como toda criação, é difícil. Por isso é que os espertos não conseguem passar por bobos. Os espertos ganham dos outros. Em compensação os bobos ganham a vida. Bem aventurados os bobos porque sabem sem que ninguém desconfie. Aliás, não se importam que saibam que eles sabem. 

Há lugares que facilitam mais as pessoas serem bobas (não confundir bobo com burro, com tolo, com fútil). Minas Gerais, por exemplo, facilita ser bobo. Ah, quantos perdem por não nascer em Minas! 

Bobo é Chagall, que põe vaca no espaço, voando por cima das casas. É quase impossível evitar excesso de amor que o bobo provoca. É que só o bobo é capaz de excesso de amor. E só o amor faz o bobo.

Texto de Clarice Lispector


20 comentários:

  1. Querida Alba!
    Linda a postagem.
    Dá muito que pensar, principalmente como é difícil saber o limiar entre o bobo e o burro!
    Ai, ai, estamos sempre aprendendo...
    Um grande abraço!
    Flora!

    ResponderExcluir
  2. Olá minha amiga querida!
    Como sempre, mais um sensacional texto que você seleciona e nos presenteia!
    Nem vou falar de Clarice...para mim, ela está acima de qualquer avaliação...rsrs
    Eu também me apego muito nessa verdade de que não podemos confundir ser bobo com ser burro! O bobo se permite enxergar por outros ângulos, não carregando essa imensa responsabilidade que muitos têm em ser correto, perfeito e infalível! O bobo realmente leva vantagens quando descobre os seus caminhos, normalmente de encontro a um amor próprio, e os percorrem com sabedoria... Os espertos vivem confusos e presos em suas próprias armadilhas...rsrs...
    Mas é sempre bom ficar atento! As artimanhas do ser humano às vezes surpreendem, até mesmo aos bobos!
    Grande beijo, minha amiga! Maravilhoso...como sempre!
    Jackie

    ResponderExcluir
  3. O texto da Clarice é muito bom. Realmente, é legal dar umas bobeadas por aí. Muita coisa passa a ser vista com outro olhos.

    Ótimo Alba.

    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Olá, Alba, entrei no teu blog por acaso, achei muito legal mesmo, não queria sair sem comentar, parabéns!
    Aproveito a oportunidade para te convidar ao meu que é de literatura.
    Um abraço desde Argentina.
    Humberto.

    www.humbertodib.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Ser bobo é ser feliz, então que o sejamos todos. E se ser bobo é gostar de ler um bom texto, não tenho dúvida que sou um.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Entretanto o bobo é lúdico, em compensação temos os falsos bobos, aqueles que não tem nada de brincadeira e sempre estão prontos pra dá o bote ...

    ResponderExcluir
  7. Alba querida... mais um maravilhoso texto escolhido por seu admirável bom gosto!
    A gente leva tanto tempo pra descobrir o limiar entre ser bobo e ser burro e no fim se descobre cercado de espertos estressados....heheheeheh
    Beijo no coração

    ResponderExcluir
  8. Olá Flora.
    O que eu poderia acrescentar neste intrigante texto de Clarice?
    É completo e complexo!
    Até onde podemos prever e saber os limites da bobeira e a esperteza alheia.
    Porque muitas vezes elas se entrelaçam e ficam camufladas aos nossos olhos!
    Muito grata pela visita e comentário!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Minha querida e sábia amiga Jackie!
    Adorei sua definição que os espertos ficam confusos e presos em suas próprias armadilhas!
    Como Clarice soube satirizar a esperteza neste texto!
    Ser bobo não significa ser cego e não enxergar os buracos que alguns espertos vivem cavando por ai...
    Muito obrigada pela maravilhosa interpretação!
    Você é genial, sempre.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Grande José!
    Talvez somente esta saudável bobeira nos liberte para outra realidade!
    Obrigada pela presença e comentário!
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  11. Humberto.
    Muito grata pela visita e participação.
    Sou grata pelo seu convite e estarei presente no
    seu espaço.
    Bem Vindo!
    Abraços

    ResponderExcluir
  12. Olá amigo Raimundo.
    Somos bobos felizes com toda nossa essência!
    Muito grata pela presença e por prestigiar o artigo com sábio comentário!
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  13. Grande JB
    Concordo plenamente contigo!
    Os falsos bobos como o personagem Coringa!
    São estes as espécies mais mesquinhas e perigosas que andam por aí!
    Bem diferente de um comportamento lúdico.
    Podemos até sermos meio bobos, jamais tolos!
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Querida Valéria
    Realmente é um exercício estressante tentar desvendar os vários tipos de bobos e espertos!
    Muito grata pelo carinho da sua visita e comentário!
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Minha queridíssima Alba, boa noite!!

    Como dizia minha avó: as vezes precisamos nos fazer de bobos para poder viver...

    Na minha opinião, podemos chamar o bobo de puro, ingênuo e acima de tudo, alguém que acredita em tudo e em todos e por isso, mesmo perdendo ou errando em algumas situações, na maioria das vezes é aquele que leva a vida com o coração leve.

    Obrigada pela linda mensagem!!!
    Bjs
    Lu

    ResponderExcluir
  16. Oi querida,
    Não é por acaso que dizemos no RJ, que estamos de bobeira por aí...
    Tem horas que precisamos ser bobos mesmo. Comi dizes: Bobos, e não tolos.
    Esvaziar a mente e não perceber as espertezas dos espertos...
    O problema maior é quando não percebemos a hora em que estamos bobando...
    Beijo.

    ResponderExcluir
  17. Querida Lu
    O coração de um bobo é alegre e surpreendente.
    Como diz o texto: Só o amor faz o bobo!
    Obrigada pela visita e carinho!
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Querida Beth
    Às vezes damos muita bobeira e nos arrependemos!
    É preciso saber medir sempre!
    Obrigada pela visita e carinho!
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Olá minha querida amiga !!!

    Estou lhe visitando a prestações, mas eu chego lá kkk, é que ando meio atarefada, mas uma hora eu chego :)

    Acredito que os bobos carregam um grande coração e dentro dele um pouco de inocência, e como isso é valioso neste mundo que vivemos !
    Porque os bobos ainda acreditam nos seres humanos, acreditam num futuro melhor, numa vida mais leve, os bobos sabem apreciar a simplicidade da vida e o significado do amor !
    tem sim suas desventuras, mas quem disse que os espertos também não tem ? Então é melhor ser bobo alegre rsrs
    Eu sou uma boba alegre, me ferro de vez em quando, mas a vida é assim mesmo, prefiro seguir boba do que endurecida e cética como os espertos que só sabem ver o lado sombrio da vida...
    Linda escolha para nós !!

    Um beijo marcial e bom fim de semana !

    ResponderExcluir
  20. Querida amiga Sam
    Você é bem vinda a qualquer tempo!
    É melhor ser alegre que ser triste!
    Então um brinde aos “Bobos Plenos de Leveza”!!!
    Muito obrigada pela visita e prestigio ao artigo!
    Bom fim de semana pra ti querida!
    Beijo Marcial!

    ResponderExcluir