9

Felicidade Realista

14/12/2010 .

De norte a sul, de leste a oeste, todo mundo quer ser feliz. Não é tarefa das mais fáceis. A princípio, bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos.
Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis. Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica, a bolsa Louis Vitton e uma temporada num spa cinco estrelas. E quanto ao amor? Ah, o amor... não basta termos alguém com quem podemos conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando. Isso é pensar pequeno: queremos AMOR, todinho maiúsculo. Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, queremos jantar à luz de velas de segunda a domingo, queremos sexo selvagem e diário, queremos ser felizes assim e não de outro jeito.
É o que dá ver tanta televisão. Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista. Por que só podemos ser felizes formando um par, e não como ímpares? Ter um parceiro constante não é sinônimo de felicidade, a não ser que seja a felicidade de estar correspondendo às expectativas da sociedade, mas isso é outro assunto. Você pode ser feliz solteiro, feliz com uns romances ocasionais, feliz com três parceiros, feliz sem nenhum. Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio.
Dinheiro é uma benção. Quem tem, precisa aproveitá-lo, gastá-lo, usufruí-lo. Não perder tempo juntando, juntando, juntando. Apenas o suficiente para se sentir seguro, mas não aprisionado. E se a gente tem pouco, é com este pouco que vai tentar segurar a onda, buscando coisas que saiam de graça, como um pouco de humor, um pouco de fé e um pouco de criatividade.
Ser feliz de uma forma realista é fazer o possível e aceitar o improvável. Fazer exercícios sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem almejar o eterno. Olhe para o relógio: hora de acordar. É importante pensar-se ao extremo, buscar lá dentro o que nos mobiliza, instiga e conduz, mas sem exigir-se desumanamente. A vida não é um game onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio. Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade. Se a meta está alta demais, reduza-a. Se você não está de acordo com as regras, demita-se. Invente seu próprio jogo. Martha Medeiros



9 Comentários:

demetriosmiculis disse...

Sem esquecer que felicidade é 50% genetica (comprovado cientificamente).

Mas sabe, concordo, é dificil ser feliz, mais facil ser infeliz, e é por isso que existe tanta gente amarga no mundo.

vidarealdasam disse...

Olá queridíssima Alba !!!

Amei o texto, maravilhoso !!
Isso é uma grande verdade, quem nunca se pegou querendo mais do que já tem, mesmo sabendo que o que tem é espetacular ?
Se continuarmos nesta ilusão, nunca estaremos entregues de corpo e Alma, aos momentos maravilhosos que a Vida nos proporciona !
E quando nos dermos conta, não adianta pronunciar com tristeza no coração aquela célebre frase :
"Eu era feliz, e não sabia"
Adorei !!
Grande beijo marcial pra você !!

Jackie Freitas disse...

Olá minha querida amiga Alba!
Estou passando para te deixar o meu enorme beijo e para parabeniza-la por essa escolha...Não há o que comentar sobre as reflexões de Martha...ela é sensacional!
Felicidade precisa ser identificada lá dentro e depois podermos transformá-la em algo maior...não o inverso...
Desculpe-me amiga, mas estou na correria da mudança... não poderia deixar de vir aqui, mesmo que rapidamente.
Grande beijo,
Jackie

Guria Faceira disse...

minha rica flor Alba
mando mega bem como sempre
olha so isso so mostra para aqueles
q vivem apenas por viver
q a vida é bem mais q isso
a rotina esta presente
os obstaculos
os chatos (eu eu eu poresente)
mas pra que levar a videnha azeda
se ela pode ser um molanguuuuuuuuuuuuuuu
como diz minha filha

beijaço minha rica flor Alba

Mayara Vieira disse...

Ser Feliz e Saúde é tudo que importa neste momento para mim.

#Beijos e sucesso
semfreiosblog.blogspot.com

CLAUDIA disse...

Olá querida Alba!
Amada amiga!
Para mim felicidade sempre foi um estado de espírito,onde podemos enxergar em tudo que vemos,sem menosprezar nenhum instante,ser feliz por estar feliz.
Felicidade que exala da alma!
O texto é maravilhoso e foi isso que ele me trouxe.
Seja apenas feliz,pelo fato de estar feliz!
Ser feliz no nada e no tudo!
Parabéns pela linda escolha!
Bjos com cheirinho de felicidade em seu coração!

Antonio Pereira (Apon) disse...

Felicidade é uma chama interior, que brilha mais ou menos, conforme nosso fazer, querer, sentir... Tem gente com tudo para ser feliz e que não o é. Enquanto outros, com fartas razões para a infelicidade, fazem a vida sorrir.

Sorria! Faça brilhar sua luz interior!

Principe Encantado disse...

Estar não é tudo, o importante é ser, ter dentro do próprio coração, viver intensamente os momentos como se fossem únicos.
Abraços forte

Beth Muniz disse...

Ah! Como gosto desta música!
Belo texto. Compartilhei no Face.
Grande beijo.

Postar um comentário

MyFreeCopyright.com Registered & Protected



 
▲ Voltar ao Topo