8

Êxtase das Horas

04/12/2010 .

Instantes congelados
Tempos distorcidos
Utopia ou pensamentos
Deste agora já vivido.

Solidão e calma
Tocam o cósmico sentido...

Lembrança dispersa
Sinais no espaço
Razões e rituais
Nostalgia  exposta em retratos.

Êxtase das horas
Pausas, intervalos
Liberdade transcendente.

Palavras em silêncio
Cortando a voz do verso
Imerso em antigas paixões.

Perplexa felicidade
Deste agora esvaziado.
Horas mágicas e despidas
Do feitiço do tempo.

Ponteiros inteiros,
Esquecem os momentos exatos.
Fecho os olhos e adormeço sem orgulho
Ou arrependimentos...

E os meus dias estão repletos,
De todos outubros já  sonhados!

Alba Simões

8 Comentários:

vidarealdasam disse...

Olá queridíssima Alba !!!

Depois de ler um texto tão lindo e bem escrito como este, confesso que fico sem palavras para complementá-lo, simplesmente me permito apreciar toda esta beleza, intensidade e emoção.
Perfeito !!
Preciso dizer que sou sua fã ?

Um enorme beijo marcial !!! ;)

Principe Encantado disse...

"Palavras em silêncio
Cortando a voz do verso
Imerso em antigas paixões"
Sensacional, muito lindo.
Abraços forte

Jackie Freitas disse...

Olá minha amiga querida!
Sensacional Alba! Estou aqui sem palavras e sem fôlego... Nada como uma vida bem vivida...repleta de horas e oportunidades de aprendizado para poderem resultar nesse grande sentimento em forma de pessoa chamada Alba Simões! Que orgulho, minha amiga...que orgulho poder te ler!
PARABÉNS...Qualquer palavra a mais aqui poderia comprometer esse mágico momento! Estou em êxtase profundo...
Grande beijo,
Jackie

Kassya Mendonça disse...

Alba,
que lindo, tao profundo, tao melodico...
ao ler tuas palavras tive a impressão de que nao estava lendo simplesmente, mas que alguém o recitava para mim!!

bjus

Zango disse...

É uma vida inteira reservada ao silêncio, ao encontro do eu, que sozinho, longe da multidão, esquadrinha o coração, sonda o figado, consulta o coração e percebe que o tempo é transcendental. Parabéns, o poema é daqueles para ser lido muitas vezes, sendo que a cada uma um novo significado

LISON disse...

Que Post Fantástico!
Amiga ALBA SIMÕES:
Eu não sei nem o que lhe dizer sobre esta obra prima. Ainda estou tomado pelos múltiplos significados da velada simbologia que o seu Poema nos presenteia. Eu preciso reler inúmeras vezes para conseguir alcançar ao menos o ponteiro do portal desse marcador encantado.
Contagiou. Mexeu. Valeu.
Parabéns pelo magnífico Post!
Abraços,
LISON.

Sissym disse...

Alba, que interessante, hoje um amigo me enviou um texto muito bom que fala sobre o fator tempo. E pouco depois encontro voce falando sobre o tema, excelente poema. Sabe, algumas vezes eu fico em estado de extase sim, outras preocupada, ansiosa, depende muito a expectativa do que está para vir, dificil deixar de pensar e esperar acontecer.

beijos

-*Vera Luz*- disse...

Olá Amiga Alba!!

Incrível amiga seus versos, é como uma viagem no tempo, que diante da velocidade se vê em silencio no êxtase da paisagem, tudo num instante e velocidade luz! Me lembrou de muito tempo atrás versos de Adriana Calcanhoto. Expressão suave e profunda!

Um abraço,

Todo o Conhecimento é Luz que Inspira a Alma -*Vera Luz*-

Postar um comentário

MyFreeCopyright.com Registered & Protected



 
▲ Voltar ao Topo