3

Amor Comumente é Assim

20/07/2010 .
Cada um ao nascer
traz sua dose de amor,
mas os empregos,
o dinheiro,
tudo isso,
nos resseca o solo do coração.
Sobre o coração
levamos o corpo,
sobre o corpo
a camisa
mas isto é pouco.
Alguém
imbecilmente
inventou os punhos
e sobre os peitos
fez correr o amido de engomar.
Quando velhos se arrependem.
A mulher se pinta.
O homem faz ginástica pelo sistema Mulher.
Mas é tarde.
A pele enche-se de rugas.
O amor floresce,
floresce,
e depois desfolha.


( Vladimir Maiakóvski )
Citações do Autor:





"A poesia é uma forma de produção. Dificílima, complexíssima, porém
produção."
*
"Sem forma revolucionária não há arte revolucionária."
*
"Eu não forneço nenhuma regra para que uma pessoa se torne poeta e escreva versos. E, em geral, tais regras não existem. Chama-se poeta justamente o homem que cria estas regras poéticas."
*
"Traduzir poemas é tarefa difícil, especialmente os meus.
(...)Uma outra razão da dificuldade da tradução de meus versos vem de que introduzo nos versos a linguagem quotidiana, falada...
Tais versos só são compreensíveis e só têm graça se se sente o sistema
geral da língua, e são quase intraduzíveis, como jogos de palavras."
ARTE E CAFÈ

3 Comentários:

Jucifer disse...

é nascemos com nossa dose de amor
e infelizmente muitos deixam ela ir morrendo ao
invez de multiplicar.
lindo poema
bjim guria

Jackie Freitas disse...

Olá Alba querida!
Tem muito realismo neste poema de Maiakóvski. Tem dias que a gente precisa, mesmo através do poema enxergar um pouco do significado ou sentido da vida.
Muito bom, minha linda!
Grande beijo,
Jackie

LISON disse...

Que Post Fantástico!
Amiga Alba:
Uma poesia repleta de realismo... Um Post absolutamente magistral!
Contagiou. Mexeu. Valeu.
Parabéns por mais um post de qualidade e conteúdo!
Abraços,
LISON.

Postar um comentário

MyFreeCopyright.com Registered & Protected



 
▲ Voltar ao Topo