8

Um Velho Grito: Esperança

04/02/2012 .

Este antigo e perfeito discurso continua atual,  pois várias gerações passaram cegas e surdas aos direitos da liberdade e da verdadeira democracia...Sempre é tempo de abrir os olhos, para  não sermos bombardeados com as armadilhas inescrupulosas dos podres poderes, que manipulam a humanidade para a decadência e a estupidez.
Infelizmente depois de tanto tempo, vemos imperar neste sórdido sistema: Abuso de poder, tirania, intolerâncias raciais e religiosas, corrupção, deterioração de valores éticos e morais!
Este espaço continua com o mesmo propósito de publicações voltadas para a divulgação e a propagação das Artes e da Cultura!
A nossa intenção não é promover entretenimento descartável, destes que as mídias televisivas e radiofônicas tem o descaramento de manter por longo tempo.
Fica no ar uma pergunta aos leitores:
Todo este lixo apresentado nos horários nobres, seriam consequência da ignorância dos patrocinadores que financiam estes Bigs Estrumes, que nada acrescentam, nada divertem, apenas corrompem valores de jovens e crianças?
Ou a ignorância é do próprio povo, " com raras exceções " que quer continuar alienado, despreparado robotizado,
sem noção, "voyeurs" da carniça, que qualquer abutre mais esperto lhes oferecem como grande banquete?
Por acreditarmos num mundo melhor e sempre democrático, ilustramos este texto com o grande mestre Charles Chaplin em seu discurso no filme: O Grande Ditador  ( 1940 )
O que inspirou a redigir este texto foi quando me deparei com um jovem universitário, que costuma acompanhar estas mídias descartáveis de grande audiência.
Quando ele me respondeu: Que Hitler era um cineasta, e que S.O.P.A é comida de velho, e P.I.P.A  brinquedo de criança.
Não sei como este jovem entrou para a faculdade, ele faz curso de história.
O que será que ele almeja? 
Talvez simplesmente obter um certificado de curso superior, ou quem sabe, um emprego de professor!
Alba Simões

8 Comentários:

Van disse...

Oi Alba,

Acho que nem em suas previsões mais desanimadoras Chaplin poderia prever que estaríamos ainda hoje igual ou pior do que no tempo em que ele filmou O Ditador.

Respondendo à sua pergunta creio ser esta uma situação sem saída, enquanto o contexto não se alterar. Patrocinadores e mídia sabem exatamente o que estão promovendo, mas seu foco é o lucro, não a educação e, é exatamente o povo alienado que lhes garante o lucro, reverter isso a partir deles acho que só quando não houver mais possibilidade de lucro, já o povo alienado também não promoverá mudança alguma, pois não enxerga o suficiente para ver o quanto estão sendo usados.

Meio beco sem saída esta situação pelo menos por enquanto até que a coisa cresça ao ponto de um colapso e consequente renascimento de uma nova ordem, será? Aqui me valho das leis de movimento, o universo se move nada está estagnado.

Beijos

Cecilia sfalsin disse...

Ei Alba,

Amiga bom dia,

"O caminho da vida pode ser lindo e belo mas nos perdemos o caminho"..Charles chaplim disse bem claro não nos perdemos no caminho, mas perdemos a direção dele,e com certeza hoje vivemos o tudo que a cada dia se transforma em nada mediante ao teu argumento , a ignorância ao meu ver vem de ambos, dos patriocinadores que visam apenas seus lucros sem preocupações em corromper os jovens e crianças, com suas sujeiras manipuladas e sórdidas através das redes de telecomunicação,e também do povo (com exceções) que se sujeitam a tais manipulações se deixando controlar por estas invasões enganadores que se passam por meras diversãos, acredito que o povo ainda tem voz ativa e forte..e posso te dizer que assim como este jovem lhe respondeu de forma triste e totalmente fora da realidade existem muitos que ja são profissionais e cometem os mesmos deslizes do conhecer o nada e querer ser tudo...
Esta é minha opinião

Beijos Alba e um excelente domingo

Beth Muniz disse...

Minha opinião: Ele, assim como tantos outros, almeja a ignorância e alienação eterna.
Há momentos em que me recuso perder o meu precioso tempos nessas mídias sociais, para não ser contaminada pelo lixo produzido.
E o mais preocupante, é que pessoas de mais idade, portanto, pressupõe-se que deveriam ser mais conscientes, também adotam a mesma postura. Triste.
Belo texto minha querida amiga.
Compartilhado.

Jose Sidney Pereira disse...

Oi Alba,

Dias difíceis mesmo. Mas ainda mantenho minha esperança. Nem sei baseada em que. Normalmente no humor, na capacidade de sorrir do nada ou do absurdo. E no trabalho de formiguinha que fazem uma revolução silenciosa. Tudo bem, sei que a cada alma que você, a Beth, a Atena e tantas outras amigas arregimentam, outras milhões são cooptadas pelo Bispo que vende toalhinhas suadas e milagrosas, óleos abençoados ou novos espectadores para o próximo BBB ou programa de talentos. Mas... precisamos de tão pouco. Um só novato, uma só criança que olhe para as palavras e a leia. Em voz alta. Com emoção, com entusiasmo, com encantamento. Uma só criança que dará início a um novo tempo, em que o Ser será finalmente Humano.

Beijos

Ebrael Shaddai disse...

Este discurso é emocionante mesmo! O Chaplin declama com tanto ou mais veemência quanto Hitler "pregava" suas ideias infames.

Enquanto Hitler fez de sua frustração nas Artes um dos motes de sua revolta juvenil, Chaplin não descartou sua própria frutração com o meio artístico. Ele a sublimou de forma heróica!

Andei pesquisando muito sobre a instauração da ditadura na Internet que se avizinha. Os EUA sempre se utilizaram de pretextos, quase todos eles forjados por eles próprios, para expandirem seu imperialismo imbecil e assassino. Não descarto mesmo a possibilidade desses Anonymous (confraria de hackers "bonzinhos") terem saído dos próprios porões da CIA para agir e dar, lá na frente, o motivo para os EUA fecharem a internet para "garantir a segurança" de todos nós.

Lembremos: a maioria dos programas antivírus são criados logo após os mesmos vírus. Eles fabricam os males e doenças e depois nos vendem a peso de ouro a "cura" para todos eles!]

Abço!

É comigo??? disse...

Acredito na maldade humana,no oferecimento de mercadorias ideológicas que corrompam as estruturas sociais, visando a desintegração das associações afetivas e ideológicas que possam fazer frente às forças vigentes.
As propagandas de cerveja vendem promiscuidade,os reality shows vendem, além de tudo, a desconfiança; os programas infantis vendem o consumismo e um individualismo concorrencial que me escandaliza!
O governo se tornou cada vez mais assistencialista; mantendo assim as massas em sua ignorãncia e misérias relativas...
Como disse no começo, eu acredito na maldade do ser humano!Na sua conivência com o errado, nesse prazer pela desgraça alheia que nos leva à frente de uma tv para nos deliciarmos com brigas e baixarias...a criatura humana, apesar das maquiagens e máscaras continua sendo perversa!
Quanto ao idiota que comentou;bem...A necessidade de um curso superior são o reflexo de uma cultura que não sabe bem o que quer!

manoel disse...

Eu já posso ser considerado um velho (57a) e as pessoas podem até dizerem que sou um saudosista, que vivo recordando o passado. Verdade! Que saudade eu tenho daquela televisão antiga, aquela que tinha programas humorísticos gostosos de assistir, ou grandes musicais com o que existia de melhor na música nacional e internacional. Que pena que nossos jovens percam tempo assistindo esse lixo de programação televisa de hoje.

Valéria Braz disse...

Oi minha amiga... eu adoro Chaplim, não pelo homem que ele foi, mas pelas pessoas que ele acreditou existir....
Infelizmente as mídias querem vender e elas vendem aquilo que o povo quer comprar.... Precisamos ir muito além e ver que está no hora de avaliar a cultura da nossa nação e o que vamos fazer com ela! Isto inclui a todos!
Beijo no coração

Postar um comentário

MyFreeCopyright.com Registered & Protected



 
▲ Voltar ao Topo