28

Sinais de um novo dia

20/06/2011 .
Ergueram-se muros, pontes, torres sobre o abismo inconstante.
As palavras flutuaram ao vento...
Promessas distraíram os amantes.
Pelos lugares, instantes distantes.
Sonhos, pressentidos nas esquinas.
Olhares dispersaram-se nos alpendres.
As velhas memórias bebem nos copos das lembranças.
Retratos, contratos, alianças...
Um filme para esquecer?
À tarde solitária anuncia, o sol na despedida.
As palavras não ditas, na fugacidade das horas.
Lágrimas e flores já secaram antigas, sobre as lápides.
Tudo escureceu antes da noite chegar.
Por dentro das casas, das almas...
Desencontros de amores, de tempos,
de vidas!
Agora um novo dia vem.
E o que o destina é a sina?
Reencontro, buscas, recomeços.
Dentro de nós, este labirinto de escolhas.
Cada minuto revelando a história.
Viramos as páginas das dúvidas e dos medos.
Para que estas jamais se repitam.
Abrimos as portas do incógnito futuro.
Iluminam o céu outros sinais.
Agora os corações estão libertos!


Alba Simões

28 Comentários:

manoel disse...

Lindo! Puro sentimento, palavras nascidas do coração! Lindo!

Alba Simões disse...

Olá Manoel
Obrigada, me sinto lisonjeada com seu comentário, partindo de um excelente poeta que admiro!
Grata pela visita!
Abraços

José S. Pereira disse...

Que bonito isso, Alba.

Uma linda homenagem à todos que tiveram que enfrentar a escuridão. E que ainda suportam as bravatas dos "da noite", que sentem-se impunes.

A Beth merece mesmo esse carinho. Parabéns pela iniciativa. Nunca é demais reforçar que Nunca Mais nenhum brasileiro partirá num rabo de foguete!

Beijos

Raimundo Lourenço disse...

Ainda bem que na vida temos sempre a oportunidade de recomeçar, de um novo dia. Mas no entanto, não adiantará se repetirmos os mesmos erros.
Abraços!

Flora Pires disse...

Linda Alba!
A Beth Merece esta deferência, assim como todos aqueles que carregam acesas as chamas da lembrança amarga e de um futuro liberto!
Parabéns pela profundidade e talento!
Abraços!
“E o sonho tem que continuar".
Flora!

Sissym disse...

Eu já saí do labirinto das escolhas, mas, Alba, as vezes volto nele, espontaneamente, creio que preciso pensar e assim buscar novas saídas. O meu coração não está liberto. Até andei abrindo, porém preferi fechá-lo. A qualidade externa está péssima.

Lilian disse...

Olá querida Alba,

Palavras que brotam do coração, se entrelaçam e formam um lindo poema! Profundo!

Parabenizo-a pela bela homenagem à amiga Beth.

Carinhoso e fraternal abraço,
Vovó Lili

Alba Simões disse...

José
E não foram poucos que sofreram estes terríveis abusos de um poder inescrupuloso.
Conquistamos com sangue e suor esta liberdade, mas também com vários movimentos artísticos de manifestações e repudio a ditadura!
Esta canção de João Bosco e Aldir Blanc, o grande hino pela liberdade de expressão.
Em minha opinião uma canção imortalizada!
Para que nunca mais tais crimes estarrecedores tenham vez em nossa Pátria!
Obrigada pelo apoio, comentário e presença!
Beijos

Alba Simões disse...

Amigo Raimundo.
Devemos aprender com os erros do passado para que estes jamais se repitam.
Recomeçar sempre!
Obrigada pela presença e comentário!
Grande abraço

Alba Simões disse...

Querida Flora.
Cadê a nossa amiga homenageada rs?
Realmente lembranças amargas de um tempo sórdido!
Obrigada pela participação e comentário e elogio ao post!
Beijos

Alba Simões disse...

Querida Sissym
Concordo que ainda há muitas coisas tortas para serem revisadas.
Mas com o coração amargurado e trancafiado em labirintos, fica difícil se sentir liberta e
conquistar uma felicidade interior!
Mas você sai dessa, tenho certeza!
Obrigada pelo comentário e presença!
Beijos

Alba Simões disse...

Querida Lilian (Vovó Lili )
Fico extremamente feliz com sua presença e carinhoso comentário!
Muito obrigada por prestigiar esta singela homenagem a amiga Beth Muniz
Adorei sua presença!
Seja sempre bem vinda!
Beijos com carinho!

Beth Muniz disse...

Meu Deus!
Cheguei.
A homenagiada estava hibernando para ressurgir das vãs lembraças do passado e fincar um pé no aqui e agora e outro no futuro... Sempre! rsrsrs
E como diz o poeta,
“Só eu sei
As esquinas por que passei
Só eu sei só eu sei
Sabe lá o que é não ter e ter que ter pra dar
Sabe lá...”
Querida Alba e amigos,
Desculpe-me pela demora...
Dificil obsorver tamanha emoção. Mas, é repleta dela, a emoção, que leio cada palavra deste lindo poema que me dedicas. E como reli...
Receber de ti esta homenagem, é como receber um trofeu de louvor aos caminhos trilhados e aos que ainda devereremos percorrer para encontrar com os sonhos sonhados e vividos, e ter a certeza de que tudo vale a pena.
Confesso que não sei o que escrever...
Na ausência de palavras mais adequadas, creio que cabe apenas um sincero muito obrigada pelo carinho.
Desculpe-me, realmente falta-me palavras...
Mas, sobra emoção e o reconhecimento de que és uma referência para todos nos que navegamos neste mundo fantástico e carente, da Arte e da Cultura.
Então, por isso, te ofereço um saboroso Café com Arte, em meio aos Sinais de muitos novos Dias!
Um grande beijo.
Da sua grande, porém humilde fã!

Dú Pirollo disse...

Olá minha querida amiga Alba!!!
Que lindo minha querida amiga, adorei!!!
Com certeza a nossa querida amiga Beth vai adorar!!!
Nada melhor do que este maravilhoso e divino presente que recebemos a cada novo amanhecer, nele podemos renascer realizando os novos sonhos, deixando para trás, enterrada no passado, as nossas desilusões, erros e dificuldades, que sirvam apenas de aprendizado e não de rotina para a nova vida de cada dia.
Parabéns minha amiga, ficou maravilhoso!!!
Beijos e muita paz!!!

Regina Moraes disse...

Parabéns, Alba, pelo belo poema e pela justa homenagem a nossa amiga Beth Muniz!

Velho Chico disse...

Alba, vc sempre é surpreendente. Eu já ia sair, quando olhei para o lado... lá estava você, nos brindando com esta homenagem. Linda por sinal, como o seu talento!

A Beth, uma vitoriosa de carteirinha, uma mulher forte e determinada... meus parabéns! Você merece!!

Alba Simões disse...

Querida amiga Beth!
Faz tempo que estava para prestar uma homenagem a você e a maravilhosa Travessia!
E não tem nada que agradecer.
Pois por todos estes meses, sempre se dedicou aos amigos blogueiros!
Com a sua presença, seus ricos comentários, além de nos dedicar seus excelentes artigos, que nos levam a repensar e a refletir nos fatos históricos e atuais.
E este "Elo" representa a certeza que sempre teremos caminhos melhores para continuar nossa jornada!
A festa hoje é sua querida!
Você merece!
Beijos

Alba Simões disse...

Querido amigo Dú
Obrigada por prestigiar esta homenagem dedicada
a amiga Beth Muniz e o Blog Travessia!
Justamente, devemos enterrar o passado e virar
estas páginas manchadas pela ditadura!
Estamos sempre recomeçando.
Com garra e esperanças de dias melhores.
Muito grata pela sua presença e sábio
comentário!
Beijos

Alba Simões disse...

Regina
Eu quem agradeço a sua presença e elogio
ao post!
Concordo contigo, a Beth merece!
Seja sempre bem vinda!
Beijos

Alba Simões disse...

Olá amigos Amores no Velho Chico.
Sou muito grata a visita de vocês.
E também por prestigiarem a homenagem que concedemos à amiga Beth Muniz e ao Blog Travessia!
É sempre uma honra recebê-los aqui.
Beijos a toda equipe!

Jackie Freitas disse...

Oi minha querida amiga Alba!
Lindo poema! Muito bem escrito e perfeitamente oferecido à nossa querida amiga Beth!
Eu tenho tomado muito cuidado para observar os sinais dos novos dias que surgem... E virando as páginas com cuidado, de vez em quando dando uma olhada e fazendo uma releitura delas... Como uma boa Fênix...rsrs...acredito que a cada novo dia renascemos e temos a oportunidade de fazer tudo de novo, mas diferente! O passado só nos serve mesmo como referência, mas não pode ser condenado ou amaldiçoado... Ele nos ensina e nos leva adiante, até mesmo na vontade incansável de promover as mudanças que nos tornarão livres...
Abramos as portas da frente e deixemos as dos fundos lá... onde devem ficar... De alguma forma, elas nos permitiram algum tipo de passagem...
Grande beijo e parabéns pelo BELÍSSIMO poema! Sabe que tenho demorado para as visitas, mas sempre me dá muito prazer em fazê-las!
Jackie

Valéria Braz disse...

Uauuuuu... estou aqui boquiaberta... adorei a mensagem, a musicalidade, o encontro de palavras!
Nossa Alba muito lindo.... e muito próximo do que estou vivendo!
E a homenagem então? A esta pessoa maravilhosa que é a Beth... uma das poucas pessoas que mesmo atrás de uma tela nos permite um "tete a tete"!
Por isso que sempre vou dizer que sou sua super mega fã....heheheheh
Beijo no coração

Beth Muniz disse...

Querida Alba,
Tomada pela emoção da homenagem, me esqueci de dizer que esta música, cantada pela Elis, tem sido ao longo dos anos o meu hino de cabeceira.
Obrigada.
Beijo.

Alba Simões disse...

Querida amiga Jackie
Grande Fênix!
Uma maravilhosa interpretação, como sempre.
Temos que virar estas páginas, sem rancor ou mágoas, e a releitura delas sempre nos auxilia
na busca de novos caminhos!
Amiga, eu também ando atrasada com minhas visitas e comentários, portanto compreendo perfeitamente!
Sabe que és bem vinda a qualquer hora!
Muito obrigada por prestigiar esta homenagem a amiga Beth Muniz, enriquecendo o Post,
com impecável comentário!
E como sempre marcando sua querida presença!
Sou muito grata mesmo!
Um grande beijo

Alba Simões disse...

Querida amiga Valéria
Sabe que seu comentário, é um grande elogio.
Pois sabes o quanto admiro seus trabalhos, a sua maravilhosa poesia!
E saiba que é recíproco, sou sua super fã.
Sempre afirmo isto!
Muito grata pelo seu carinho, presença e comentário!
Um beijo grande no core!

Alba Simões disse...

Querida Beth
Eu penso o mesmo sobre esta música, fico feliz que tenha gostado!
Beijos

Malu disse...

Alba, dentro de cada um de nós erguem-se tantas muralhas, muitas vezes frágeis e insólitas, n'outras tão fortes capazes de nos tornar imensas fortalezas.
Um poema tão delicado e ao mesmo tempo de uma força tamanha.
Muito bom ter passado por aqui e ser presenteada com tão linda poesia...
Abraços

Alba Simões disse...

Olá querida Malu.
Fico extremamente lisonjeada com suas palavras!
E a grandeza da sua interpretação do Poema!
Muito obrigada pela presença e carinhoso comentário!
É um prazer recebê-la!!
Beijos

Postar um comentário

MyFreeCopyright.com Registered & Protected



 
▲ Voltar ao Topo