10

A arte de ser feliz

23/01/2011 .
Para ser feliz, aprenda a rir de si mesmo. Isso vai te tornar uma pessoa mais agradável para os que te cercam e vai te ensinar a ver a vida com menos seriedade.
Rir não é só o melhor remédio, é um tratamento completo.
Ria, ria sempre.
Aprenda que os outros não são responsáveis pelos seus problemas; eles podem até oferecer um ombro, mas cada qual carrega a sua cruz; porém saiba que quem te oferece um ombro é o tesouro mais precioso que você poderia encontrar.
Aprenda também que você não é responsável pelos problemas alheios.
Oferecer a mão, o ombro, o sorriso fará de você um bom samaritano e o melhor dos amigos, mas jamais você poderá viver o que não te pertence. Cada um de nós deve viver e conviver com as conseqüências dos próprios atos.
Aprenda que decepções e mágoas fazem parte do caminho, como ervas daninhas.
Ninguém está livre delas e de uma maneira geral chegam quando mais precisamos ver e sentir as flores.
Porém quando conseguimos vencê-las o campo fica muito mais bonito de se olhar e sentir.
As rosas não são menos belas por possuírem espinhos. Portanto, não exija de si mesmo e nem dos outros a perfeição.
Seja apenas o que você é, seja verdadeiro.
Os que te amarem além da sua aparência serão aqueles pelos quais sua vida vai valer a pena.
Seja apenas isso: feliz!
Com arte, com cor, com muito bom humor.
As coisas simples são normalmente as que pensamos por último, mas geralmente são a base de uma vida equilibrada..                                                                        Letícia Thompson

10 Comentários:

hobbyblogclube disse...

Olá, Arte e Café!
Acho que vou começar a separar os ingredientes pra preparar essa receita pra mim!
Bjs!
Rike.

J.Guimaraes disse...

Seu texto é muito animador.

A gente ri mesmo com dor e problemas.

Sejamos felizes!

Jackie Freitas disse...

Olá minha querida amiga Alba!
Belo texto da Letícia Thompson!E vou começar pelo final: as coisas simples! Normalmente as pessoas subestimam o simples, pois acham que tudo precisa de "requinte" e esquecem que é na simplicidade que descobrimos e desfrutamos dos maiores prazeres. Justamente por serem simples e não apresentarem complicações. Uma comida elaborada e requintada nos faz sentirmos especiais e diferenciados. Quase que um pequeno grupo de privilegiados; entretanto não conseguimos comê-la diariamente, pois é na simplicidade do "arroz com feijão" que matamos a nossa fome!
As pessoas, em sua maioria, não são capazes de reconhecerem que a vida nos ensina lições em todos os seus momentos e, muitas vezes, o que precisamos é apenas viver um dia por vez para sabermos diferenciar uma coisa da outra... com simplicidade, mas com sabedoria.
Grande beijo, minha linda! Adorei!
Jackie

jotapeh9907 disse...

Poema fantástico!
A felicidade é uma arte.
Rir de nós mesmos mostra que somos artistas felizes

Lilian disse...

Olá querida Alba,

Excelente o texto escolhido!

A felicidade está ao nosso alcance. precisamos querer e buscá-la com determinação, confiança, amor, fé, humildade e simplicidade.

Para mim, oferecer a mão, o ombro, o sorriso a alguém pode me tornar uma boa samaritana, como consta no texto, mas me tornará feliz também, porque se conseguirmos fazer o bem ou o necessário para o nosso próximo ser feliz, estaremos seguindo ensinamentos cristãos e o fazemos não para praticarmos boas obras, mas sim, o fazemos por amor a Jesus. É isso que Ele espera de nós, seus filhos.

Carinhoso e fraternal abraço,
Vovó Lili - Lilian

Pithan Pilchas disse...

Buenas Alba,

realmente, ser feliz é uma arte. Como nem todos têm dons artísticos, imagina-se o que acontece.

Excelente texto.

Bju

Paulo

joselito bortolotto disse...

Tudo é muito simples, sempre foi, mas temos a mania de complicar tudo, como a inocencia é boa.

vidarealdasam disse...

Olá minha querida amiga !!!

Belíssima escolha, como sempre, nos trazendo uma reflexão super importante !!
Aprender a rir de si mesmo, a não culpar o mundo pelos seus problemas, aprender a cultivar uma bela e sincera amizade, dispor-se a ajudar um amigo, apreciar as coisas simples da Vida, sem dúvidas são o caminho para uma existência plena e intensa.
São atitudes simples, mas que muitas vezes não conseguimos aplicar por displicência ou falta de percepção, mas quando aprendemos que a Vida e a Felicidade estão dentro de nós e nos momentos às vezes mais singelos, é que tudo faz sentido e se torna mais doce e leve :)
Um mega beijo marcial e que sua semana seja maravilhosa !!

Histórias & Estórias disse...

Sabe Alba 1000, eu me espelho muito nas coisas não humanas. Bichos, plantas e etc.

Tenho, apenas no vaso, pequenas, lindas Onze Horas. São flores que abrem sempre das 11 à 13 da tarde. Depois se fecham. São delicadamente, lindas.

Quando, em fase ruim, já me ví nelas. Silenciosas, pensativas. E isto era como um circulo. Eu e elas. Seu texto me remete a isto.

Estamos em comunhão com o mundo. Não acredito que eu possa ser feliz sozinha. É uma troca, entre vc, eu, e as outras pessoas.

O meu sorriso, as boas palavras, as nossas lembranças, partilhadas e compartilhadas, nos dão a força pra seguir nesta estrada cada vez mais cheia de meandros.

Bjs pra vc!

Postar um comentário

MyFreeCopyright.com Registered & Protected



 
▲ Voltar ao Topo