2

O Bicho

21/07/2010 .

Vi ontem um bicho
Na imundície do pátio
Catando comida entre os detritos.

Quando achava alguma coisa,
Não examinava nem cheirava:
Engolia com voracidade.

O bicho não era um cão,
Não era um gato,
Não era um rato.
O bicho, meu Deus, era um homem.
Manuel Bandeira
ARTE E CAFÈ

2 Comentários:

Lilian disse...

Olá amiga,

Gostei muito do seu blog.
Parabéns pela postagem.
Falar o que do texto de Manuel Bandeira? Versos tão simples, mas que retratam a triste realidade de vida que encontramos em muitas esquinas da principais avenidas das cidades brasileiras.
Ah! que triste, não, acontecer isso ao ser humano?
Estou tão sensível, que já comecei o dia chorando após a leitura.
Carinhoso e fraterno abraço,
Lilian

Principe Encantado disse...

Realmente os humanos estão se distanciando cada vez mais um dos outros e a solidariedade já não mais se faz presente nas culturas, muito real o texto.
Abraços forte

Postar um comentário

MyFreeCopyright.com Registered & Protected



 
▲ Voltar ao Topo