0

Além do que se pode ver

01/06/2010 .


Naquela noite de outono,
Minhas mãos suavam frias...
Em uma cidade perdida,
Na estendida coreografia das estrelas.
Um Cenário, ou o paradoxo da vida?
Nos olhares despertos,
na multidão escondida,
A alegria flutuando aflita.
Na morte dos sonhos,
vem surgida uma nova partida.
 Alba Simões

Deixe seu Comentário:

Postar um comentário

MyFreeCopyright.com Registered & Protected



 
▲ Voltar ao Topo