18

Fernando Pessoa - Aniversário

13/06/2011 .
O português Fernando António Nogueira Pessoa, mais conhecido como Fernando Pessoa, completaria 123 anos neste 13 de junho de 2011.
Este vídeo foi produzido em tributo a este grande e consagrado poeta.Ícone da literatura universal!

PRODUÇÃO E NARRAÇÃO: Alba Simões
Aniversário
No TEMPO em que festejavam o dia dos meus anos,
Eu era feliz e ninguém estava morto.
Na casa antiga, até eu fazer anos era uma tradição de há séculos
E a alegria de todos, e a minha, estava certa com uma religião qualquer.

No TEMPO em que festejavam o dia dos meus anos,
Eu tinha a grande saúde de não perceber coisa nenhuma,
De ser inteligente para entre a família,
E de não ter as esperanças que os outros tinham por mim.
Quando vim a ter esperanças, já não sabia ter esperanças.
Quando vim a olhar para a vida, perdera o sentido da vida.

Sim, o que fui de suposto a mim-mesmo,
O que fui de coração e parentesco.
O que fui de serões de meia-província,
O que fui de amarem-me e eu ser menino,
O que fui — ai, meu Deus!, o que só hoje sei que fui...
A que distância!...
(Nem o acho...)
O tempo em que festejavam o dia dos meus anos!

O que eu sou hoje é como a umidade no corredor do fim da casa,
Pondo grelado nas paredes...
O que eu sou hoje (e a casa dos que me amaram treme através das minhas
lágrimas),
O que eu sou hoje é terem vendido a casa,
É terem morrido todos,
É estar eu sobrevivente a mim-mesmo como um fósforo frio...

No tempo em que festejavam o dia dos meus anos...
Que meu amor, como uma pessoa, esse tempo!
Desejo físico da alma de se encontrar ali outra vez,
Por uma viagem metafísica e carnal,
Com uma dualidade de eu para mim...
Comer o passado como pão de fome, sem tempo de manteiga nos dentes!

Vejo tudo outra vez com uma nitidez que me cega para o que há aqui...
A mesa posta com mais lugares, com melhores desenhos na loiça, com mais       copos,
O aparador com muitas coisas — doces, frutas o resto na sombra debaixo do alçado —,
As tias velhas, os primos diferentes, e tudo era por minha causa,
No tempo em que festejavam o dia dos meus anos...

Pára, meu coração!
Não penses! Deixa o pensar na cabeça!
Ó meu Deus, meu Deus, meu Deus!
Hoje já não faço anos.
Duro.
Somam-se-me dias.
Serei velho quando o for.
Mais nada.
Raiva de não ter trazido o passado roubado na algibeira!...

O tempo em que festejavam o dia dos meus anos!...
Fernando Pessoa
(Álvaro de Campos) 

18 Comentários:

Malu disse...

Realmente este senhor,dotado de tantos mistérios guardados em sua alma soube encantar e enfeitiças todo e qualquer mortal que tem passado, ao longo de suas existências, os olhos e o coração pelas suas obras.
Um homem que não se intimidou diante das letras e deixou-nos um legado de escrituras riquíssimo em ideias e digno de qualquer filósofo.
Um brinde ao nosso POETA MOR!!!!
Simplesmente adoro!!!
Abraços

joselito bortolotto disse...

Ops! É muito bom ter parceiras assim ligadas a cultura e as artes, a Luisa e "tu" prestando uma homenagem ao PESSOA e fazendo assim que nós pobres mortais analfabetos literários consigam captar um pouco da essência destes Gênios.

K & A. disse...

Olá, Alba!
Sim, bons tempos eram aqueles. Assim como belas são as palavras de Pessoa!
Bjs!
Rike.

Arte e Café disse...

Olá Malu
O Poeta Fernando Pessoa e seus fantásticos heterônimos nos deixaram preciosas obras poéticas e literárias.
Como você o citou.
E também foi um grande filósofo!
Expondo toda sensibilidade, intuição em seus pensamentos e escrita!
Ler e sentir este genioso artista e suas premissas poéticas é emergir em rica e vasta complexidade poética e filosófica!
Brindemos o nosso Ilustre Poeta!
Malu, muito grata pela visita, comentário e por prestigiar o artigo!
Seja sempre bem vinda!
Beijos

Arte e Café disse...

Querido amigo JB
Eu quem agradeço a sua amizade,
e parceria na blogosfera!
Querido, não se subestime.
Aproveito também este espaço para lhe agradecer
O TaxiDriver me traz centenas de visitas diárias,
Então para mim você é um gênio da blogosfera!
Muchas Gracias!
Beijos

Arte e Café disse...

Olá querido amigo Rike!
Tempos que podemos sempre reviver nas
grandes obras de Pessoa!
Obrigada pela visita e comentário!
Beijos

Beth Muniz disse...

Bem,
Pessoa, é a pessoa... rsrsrs
A produção esta maravilhosa. Reflete o tempo em que o poeta nos brindava (e brinda) com a sua poesia.
A voz da narrativa é a sua? Se for, que bom ouvi-lá! Gostei da impostação! rsrsrs
Maravilha querida Alba.
Parabéns e obrigada por este momento poético.
Beijo.

charles netto disse...

Parabéns pela homenagem que fazes a esse grande Poeta "Fernando Pessoa" que não morreu para a literatura e para os Ourives das Letras, pois é mais um que será sempre lembrado em nossas lembranças de Escritores. Gostei e destaco aqui a parte conclusa do Post: Não penses! Deixa o pensar na cabeça!
Ó meu Deus, meu Deus, meu Deus!
Hoje já não faço anos.
Duro.
Somam-se-me dias.
Serei velho quando o for.
Mais nada.
Raiva de não ter trazido o passado roubado na algibeira!...

O tempo em que festejavam o dia dos meus anos!...

Fernando Pessoa

(Álvaro de Campos)

Jackie Freitas disse...

Alba, minha querida amiga!!!
Uau!!! Adorei a sua narração!!! Na verdade, interpretação, querida! Que belo!! Você deu ainda mais vida ao que, por si só já é belo...mas na sua voz e com a sua interpretação, fechei os olhos e pude entrar nesse tempo de Pessoa!
Acho que foi uma belíssima homenagem! Isso é que nos dá prazer em poder compartilhar conteúdo de verdade...e ainda fazer amizade como a sua!
Parabéns a Pessoa, mas um SUPER PARABÉNS pra você também! Show!!! Show!
Grande beijo,
Jackie

José S. Pereira disse...

O vídeo está excelente, Alba. A narrativa, precisa. E Pessoa... bom, de Pessoa nem vou falar. Já foi tudo falado por aqui.

Parabéns pelo trabalho.

Abraços

Arte e Café disse...

Querida Beth!
Esta produção foi feita por mim com auxilio de ótimos profissionais na área de edição.
O J.Marcos Rangel e Fabio Grossi!
E claro que o majestoso poema me inspirou a narração interpretada!
Impossível ler Fernando Pessoa, sem senti-lo.
Muito obrigada pelo seu carinho e comentário!
Beijos

Arte e Café disse...

Amigo Charles Netto
Fico muito lisonjeada com sua presença e apreciação a este tributo ao Nosso ilustre e imortal Poeta!
Grande abraço

Arte e Café disse...

Queria amiga Jackie;
Este vídeo produzido por mim com edição de um amigo Jornalista
O J. Marcos Rangel e edição de Fábio Grossi.
Gravado há oito anos.
E vou te contar uma breve história:
Postei no meu canal do You Tube e deixai lá.
Um dia fui ver as estatísticas de exibição e encontrei que ele tinha sido incorporado num blog de Portugal.
Fiquei muito feliz e visitei o tal Blog que se referia ao vídeo como sendo gravado pela Maria Bethânia
Só rindo.
Os créditos estão aí, e mesmo assim pedi gentilmente que a dona do Blog fizesse uma retificação.
Mas no fundo me senti elogiada rs
Imagina ser confundida com a Maria Bethânia !
Querida amiga, muito grata, pela sua apreciação e elogio!
Beijos

Arte e Café disse...

Olá José.
Partindo de você, que é um perito em vários assuntos,fico muito satisfeita que tenha apreciado!
Muito grata pelo comentário e visita!
Grande abraço

Samanta disse...

Olá minha querida amiga !!!

Puxa, que belíssima homenagem !!!
O vídeo ficou lindo e sua narração emocionante !! Muito mesmo ! Adorei !
fez jus ao Poeta que sempre nos trouxe emoção e beleza em seus textos.
Parabéns pela produção, não sei mais o que dizer, está tão lindo !!!!!

Um beijo marcial da amiga que gosta muito de você !

Arte e Café disse...

Olá minha querida amiga Sam
Fico lisonjeada com suas palavras.
Imagine que esta gravação nem foi feita em estúdio profissional
Eu e a equipe da edição tentamos fazer o melhor;
Pois envolvia grande e ilustre poeta, então caprichamos com os recursos técnicos da época.
Obrigada querida pelo carinho de sempre!
Beijos Marciais
Uma ótima semana!

Vera Alvarenga ... disse...

Parabéns Alba! Que coisa linda encontrei aqui, sua homenagem, sua interpretação e o vídeo de um poema tão sério e profundo este, de Fernando Pessoa. É forte e tem tanta verdade neste momento em que por um segundo vemos o tudo que nos escapou.
Beijos,Vera.

Valéria Mello disse...

Eu ainda estou extasiada com o que ouvi.

Que lindo, triste e lindo.

Gostei demais!

Postar um comentário

MyFreeCopyright.com Registered & Protected



 
▲ Voltar ao Topo